Por Dentro
do Setor

Confira aqui as principais notícias do setor elétrico.

 topo

Neoenergia Coelba assina nova etapa do programa Luz para Todos na Bahia

Evento teve presença do Presidente Lula e do Ministro Alexandre Silveira

Desde o seu início, em 2004, foram realizadas mais de 716 mil ligações, com investimento de R$ 7,8 bilhões

O CEO da Neoenergia, Eduardo Capelastegui, assinou, na segunda-feira (1/7), um novo termo de compromisso do programa Luz para Todos com a distribuidora Neoenergia Coelba, na Bahia, em evento que contou com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva; do ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira; da vice-presidente da Neoenergia, Solange Ribeiro; e do diretor-presidente da Neoenergia Coelba, Thiago Guth. Na nova etapa serão realizadas mais 29,5 mil ligações entre 2024 e 2026. O investimento previsto é de R$ 1,2 bilhão e inclui mais de 10,2 mil obras em todo o estado.

O programa federal Luz para Todos integra o empenho da Neoenergia Coelba para a universalização do fornecimento de energia para todo o estado da Bahia, no maior programa de eletrificação rural da América Latina. Desde o início do Luz para Todos na Bahia, em 2004, mais de 716 mil ligações foram realizadas pela Neoenergia Coelba, com investimento de R$ 7,8 bilhões. “Esse investimento se traduz em obras estruturantes para o aumento de capacidade energética e para a expansão da rede de distribuição de energia, reafirmando nosso compromisso com a população baiana”, destacou Eduardo Capelastegui, CEO da Neoenergia.

Cerca de 2,2 milhões de pessoas já foram beneficiadas pelo programa Luz para Todos na Bahia. “O acesso à energia elétrica é sinônimo de progresso, desenvolvimento social e econômico. Ao levar energia para as zonas rurais, contribuímos para fomentar a inclusão social e produtiva das comunidades e promovemos a melhoria na qualidade de vida” reforçou Thiago Guth, diretor-presidente da Neoenergia Coelba.

O novo contrato assinado visa atender cerca de 118 mil pessoas em comunidades de baixa renda, povos originários/indígenas, comunidades quilombolas, pessoas inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – CadÚnico, além de empreendimentos com impacto social, como escolas, creches, postos de saúde e hospitais.

Leia mais sobre essa notícia.

 

Para mais Informações sobre
as ações da abrade