Notícias e
artigos

Confira aqui textos autorais dos executivos da Abradee e as principais notícias da entidade.

 topo

CIDE 2024: Evento reúne cerca de mil pessoas do setor elétrico para discutir inovação

Nos dias 5 e 6 de junho, o Transamerica Expo Center, em São Paulo, foi palco de um grande encontro do setor elétrico nacional: o Congresso de Inovação na Distribuição de Energia Elétrica (CIDE) 2024. Organizado pelo Grupo O Setor Elétrico e o Instituto Abradee da Energia, o evento atraiu quase mil participantes, incluindo executivos, gestores e especialistas de diversas áreas relacionadas à distribuição de energia elétrica.

Um encontro de lideranças e especialistas

A abertura do evento contou com a presença do renomado publicitário Nizan Guanaes, convidando o público a refletir sobre inovação mental. Em seguida, figuras ilustres do setor, como Marcos Madureira, Presidente da ABRADEE, e Ricardo Tili, Diretor da ANEEL, destacaram a importância da inovação para a modernização e eficiência da distribuição de energia elétrica no Brasil. Além deles, Tarcísio Estefano Rosa, presidente da Celesc, e Alessandra Amaral, Diretora Executiva da Associação das Distribuidoras de Energia Elétrica Latinoamericanas (ADELAT), também marcaram presença no primeiro painel temático do evento, reforçando a necessidade de integração e colaboração no setor.

Em sua fala, Madureira ressaltou: “Estamos inserindo muitas tecnologias e instrumentos que melhoram a qualidade e os serviços prestados no setor elétrico. Este evento é fundamental para mostrar como essas inovações estão à disposição tanto dos consumidores quanto das empresas, permitindo identificar novos pontos de melhoria. Queremos destacar não apenas os aspectos técnicos, mas também a prestação de serviço. O CIDE 2024 é uma oportunidade para conhecer novas ferramentas e soluções, além de identificar demandas que até então não haviam sido percebidas. É um marco para desenvolvermos ainda mais o setor.”

Palestras e painéis de discussão

Durante os dois dias de evento, os participantes tiveram a oportunidade de assistir a uma série de palestras e painéis de discussão que abordaram temas cruciais para o futuro da distribuição de energia elétrica. A apresentação dos trabalhos também gerou bastante interesse do público presente. Destaque para a qualidade e abrangência dos temas abordados, que proporcionaram aos participantes uma visão ampla e detalhada das inovações e desafios enfrentados pelo setor elétrico. Os temas foram expostos em quatro plenárias simultâneas e na Arena Inovação. Essa última, por analogia do próprio nome, expôs o que há de novo no universo da energia elétrica apresentado por startups do setor e por empresas de tecnologia já consolidadas.

Consulta pública sobre baterias 

No primeiro painel de discussão do CIDE ‘O que nos reserva o futuro da distribuição de energia?’, o representante da ANEEL, Ricardo Tilli, comentou que enxerga um cenário de boas oportunidades para o setor de distribuição fazer a tal ‘revolução’ e modernização na rede de distribuição. 

Ainda durante a sua participação no Congresso, Tilli informou que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deverá abrir uma consulta pública sobre sistemas de armazenamento de energia no início do segundo semestre de 2024. “Minha expectativa é que a Aneel inicie a consulta pública no começo do segundo semestre e finalize a primeira parte da regulamentação até dezembro de 2024”, afirmou.

Tili explicou que a regulamentação será dividida em três fases. A primeira fase abordará a questão do preço de custo, enquanto a segunda tratará da outorga. “A questão da outorga é importante, pois precisamos definir que tipo de outorga essas baterias terão e onde elas estarão localizadas. A primeira premissa é que baterias não geram energia, então elas não podem ter uma outorga de gerador”, detalhou Tili.

Inovação em foco

As distribuidoras de energia associadas à Abradee marcaram presença no evento e apresentaram diversos projetos e cases ligados à inovação. Uma das inovações trazidas pela Celesc é o treinamento de eletricistas com o uso de realidade virtual (RV). Pioneira no Brasil, a companhia lançou o simulador de RV, que combina elementos físicos e virtuais para criar um ambiente imersivo, capaz de simular 14 cenários diferentes, incluindo ajustes de condições climáticas e desafios técnicos. No CIDE 2024, a Celesc apresentou essa tecnologia, a primeira do gênero entre distribuidoras de energia no Brasil, e outros projetos desenvolvidos no programa de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P&DI). 

“Estamos empolgados em compartilhar essas inovações no CIDE 2024, um evento que reúne os principais especialistas e líderes do setor. Este é o momento de mostrar como a tecnologia pode transformar a maneira como treinamos nossos profissionais e gerenciamos nossos recursos”, destacou Tarcísio Rosa, presidente da Celesc. A Celesc busca tornar o sistema de treinamento em RV um produto comercializável, oferecendo benefícios significativos para consumidores e profissionais, como maior agilidade e segurança na manutenção do sistema elétrico e melhora na eficiência do trabalho. Além do projeto de RV, a Celesc apresentou produtos como o Medidor do Consumo de Energia Residencial e o Drone-Robôs para Manutenção de Cabos de Alta Tensão.

A DME, empresa que atende o município de Poços de Caldas, no sul do estado de Minas Gerais, fez sucesso ao apresentar sua famosa carruagem elétrica. O modelo, que foi umas das atrações do espaço eletromobilidade, foi totalmente desenvolvido por técnicos da distribuidora, que já produziu dez unidades do veículo. A proposta da carruagem elétrica é utilizar energia limpa e contribuir para substituição das tradicionais charretes de tração animal, iniciativa alinhada à sustentabilidade.

Cemig, Enel e Neoenergia completam a lista das distribuidoras que trouxeram para o CIDE 2024 projetos focados em inovação e desenvolvimento do segmento de distribuição de energia, com contribuição altamente relevante para todo o setor elétrico e para os consumidores de energia.

De acordo com o presidente da Abradee, o sucesso do CIDE 2024 reforça a importância de eventos como este para o avanço da distribuição de energia elétrica no Brasil. “A troca de conhecimentos, a discussão de tendências e a apresentação de inovações são essenciais para que o setor continue a evoluir e a atender às demandas de uma sociedade cada vez mais digital e sustentável. O evento foi amplamente elogiado, com os participantes destacando a relevância e a qualidade dos temas abordados. Os planos para as próximas edições já estão em andamento, e o público demonstrou entusiasmo, começando a se organizar para participar do próximo congresso”, finaliza Madureira.

Fotografias: Netun / Toni Pires.

Para mais Informações sobre
as ações da abrade