Imprimir

Lucro da Eletrobras desaba - Priscilla Arroyo

FONTE ISTO É DINHEIRO  PRISCILLA ARROYO

DESTAQUE NO PREGÃO

A Eletrobras, maior empresa elétrica da América Latina, lucrou R$ 56 milhões no primeiro trimestre, queda de 97,5% frente ao R$ 1,37 bilhão obtido no mesmo período do ano passado. O resultado veio muito abaixo da expectativa dos analistas, que esperavam lucro de R$ 270 milhões. Ao comentar os resultados, o presidente da estatal, Wilson Ferreira, disse que a operação se tornará mais lucrativa após a privatização de seis distribuidoras de energia estaduais, que somaram prejuízos de R$ 1,9 bilhão entre janeiro e março. O leilão, porém, ainda não está garantido. Sua confirmação depende de um parecer do Tribunal de Contas da União (TCU), que pode sair em junho. A venda das distribuidoras é essencial para viabilizar a privatização da Eletrobras, cujo projeto tramita no Congresso. A ação cai 3% no ano.

PALAVRA DO ANALISTA:

De acordo com Regis Chinchila, analista da Terra Investimentos, a capitalização da companhia com o leilão das distribuidoras é essencial para manter a posição financeira saudável e viabilizar os investimentos de R$ 6,2 bilhões previstos para este ano. “No entanto, os agentes do mercado financeiro têm dúvidas em relação à demanda pelas distribuidoras”, diz.